Capa » Cidadania » Feira SUB 2018 de Campinas divulga expositores
Feira SUB 2018 de Campinas divulga expositores
Feira SUB: espaço para as publicações independentes (Foto Ricardo Lima/Divulgação)

Feira SUB 2018 de Campinas divulga expositores

A Feira SUB de arte impressa e publicações independentes divulgou a lista dos expositores para a 3ª. edição que acontece em 15 de setembro de 2018, em Campinas, na Biblioteca Pública Municipal ‘Professor Ernesto Manoel Zink’, das 11 às 21 horas, e tem entrada gratuita. A feira funciona como um espaço de apresentação, distribuição e comercialização de arte impressa e publicações independentes e conta com a participação de editoras, coletivos e artistas.

A terceira edição da Feira terá a participação de 69 expositores, além da mesa dos artistas da Residência SUB que tem parceria com o coletivo Contracouchê de Ludmila Porto e Lilian Walker – Cau Silva, Kauê Garcia, Paula Chimanovitch e Victor Zanini – e da mesa com artistas selecionados pelos coletivos Pemba Press e Laboratório Torpe de Malcriações Gráficas da artista visual Frësz que é a artista que criou o Cartaz da SUB 2018.

A terceira edição da Feira terá a participação de 69 expositores (Foto Ricardo Lima/Divulgação)

A terceira edição da Feira terá a participação de 69 expositores (Foto Ricardo Lima/Divulgação)

Aqui você confere a lista dos expositores:

Ágatha (Campinas) , aline shinzato (São Paulo) , Aline Zouvi (São Paulo), Ana Francotti (São Paulo), anaiaiá (Porto Alegre), Ariane Ventos (Jaguariúna) Astronave de Papel (Londrina), Atelier Daniela Galanti (Campinas), BESOURA (São Paulo), Borogodó Editora (São Paulo), Cabaré Subterrâneo (São Paulo), Caio Mascarello (Porto Alegre), Carriero (Campinas), Chorona (Rio de Janeiro), Coletivo Algor (São Paulo), coletivo BICUDA (São Paulo), Conspire Edições (São Paulo), Coticoá (Santo André), Cultura e Barbárie (Florianópolis), Dani Akemi/Tihana Tezukuri (São José dos Campos), 2 no Telhado (São Paulo e Belo Horizonte), DRONE DRONE DRONE (Bragança Paulista), Dublinense / Não Editora (São Paulo), Edições Barbatana (São Paulo), Edições Breu (São Paulo), Edições de Zaster + Rart Rixers (São Paulo), Edições Jabuticaba (São Paulo), Editora Cobogó (Rio de Janeiro), Editora Incompleta (São Caetano do Sul), Editora Lamparina Luminosa (São Paulo), Editora Urutau (Bragança Paulista e Campinas), .entre.edições – Mariana Meloni (São Paulo), Experimentos Impressos (Canoas), Flora Próspero (São Paulo), Fotolab Linaibah (São Paulo e Colômbia), Galo (Mogi das Cruzes), Grafatório Edições (Londrina), gráficafábrica (São Paulo), Gusta Vicentini (Campinas e São Paulo), Helena Ariano (São Paulo), ITEM72ForCollectors (São Paulo), Kamikaze Publicações (São Paulo), La Tosca (São Paulo), Lívia Zafanelli (Curitiba), Lote 42 (São Paulo), LUZE PRINTS (São Paulo), Malha Fina Cartonera (São Paulo), Matheus Hofstatter (Campinas), Móri Zines (São Paulo), Oficina do Prelo (Rio de Janeiro), ÔZé Editora (São Paulo), PHONTE88 (Belo Horizonte), Poupée Rouge Publicações Independetes (São Paulo), quaseditora (Rio de Janeiro), Raphael Araújo/UDU (Vila Velha), Sara Sallum (São Paulo), selo doburro (São Paulo), Selo Sete Martes (São Paulo), Sofia Brito (Navegantes), Studio Treze (São Bernardo do Campo), Tais F. Bêrtollim e Mayara Polizer (São Paulo), telma melo (São Paulo), treme~terra (São Paulo), Ubu Editora (São Paulo), Valéria Menezes (Campinas), Vanessa Pens (São Paulo), Xilomóvel-Ateliê Itinerante (Campinas), Zarabatana Books (Campinas), Zebra Amarela (Vinhedo).

“Este ano o número de inscritos cresceu, embora a feira continue com o mesmo tamanho do ano passado. Na curadoria, analisamos um a um dos portfólios que nos foram enviados. Buscamos identificar diferentes linguagens artísticas, conteúdo e formatos de impressão gráfica a fim de equilbrar essa proporção entre os expositores selecionados”, afirma Marcela Pacola, coordenadora da feira e uma das responsáveis pela curadoria. “Tem muitas editoras pequenas com projetos inovadores, artistas indepedentes com ideias renovadas e o propósito da SUB é apoiar, incentivar a produção desse pessoal e conectar esses trabalhos com o público. Este ano, vamos trazer alguns artistas cujos trabalhos têm a arte urbana como linguagem principal, em linha com o conceito do Cartaz da Feira SUB 2018, criado pela artista urbana Frësz. É claro que os trabalhos são adpatados para a produção impressa. Mas são trabalhos bem interessantes”, completa.

"Estamos vivenciando um momento de fervor do mercado de publicadores independentes" (Foto Ricardo Lima/Divulgação)

“Estamos vivenciando um momento de fervor do mercado de publicadores independentes” (Foto Ricardo Lima/Divulgação)

“Estamos vivenciando um momento de fervor do mercado de publicadores independentes e artistas que circulam fora do circuito convencional. As feiras são espaços de circulação desses trabalhos e o principal mecanismo para conectar publicadores, artistas e público, funcionando como importantes catalisadores na formação de público”, afirma Fabiana Pacola Ius, coordenadora e curadora da Feira. “Trazer esses trabalhos independentes para dentro de um espaço recheado da literatura tradicional é muitointeressante. A parceria com a Biblioteca Municipal, que acolhea feira pelo segundo ano consecutivo, é culturalmente enriquecedora”, completa.

A realização da Feira na Biblioteca Pública Municipal ‘Professor Ernesto Manoel Zink’, coincide com o mês de aniversário da biblioteca, que este ano completa 72 anos.  A localização em um endereço na região central de Campinas – ao lado do prédio da Prefeitura e do Museu de Arte Contemporânea de Campinas (MACC) – contribui para democratizar o acesso e ampliar o número de visitantes da Feira SUB.

Programação – Além da parte expositiva, a feira terá uma programação paralela que está sendo construída e em breve será divulgada. Isso inclui palestras,oficinas, exposições e exibição de filmes que vão acontecer em outros locais da cidade,em dias diferentes da Feira. Todas as atividades serão oferecidas gratuitamente ao público.

O ‘Projeto Estante de Livros e Cadernos de Artista’ do Instituto de Artes (IA) da Unicamp recebe uma parte do “Acervo de Publicações Independentes da Feira SUB’ selecionado pelas curadoras e idealizadoras da Feira. São livros, foto-livros, revistas, zines e livros de artista que foram doados por expositores das edições anteriores da Feira ou que foram adquiridos pelas curadoras em feiras independentes que elas visitaram.

A exposição começa dia 13 de agosto e vai até 25 de setembro. A visitação acontece de segunda à sexta das 9h às 22h no DAP-IA – piso térreo, na Rua Elis Regina, 50, Cidade Universitária.

A Feira SUB é uma realização do The MIX Bazar e conta com o apoio da Secretaria de Cultura de Campinas e da Agência Social de Notícias.

A exposição no Instituto de Artes da Unicamp começa dia 13 de agosto e vai até 25 de setembro (Foto Ricardo Lima/Divulgação)

A exposição no Instituto de Artes da Unicamp começa dia 13 de agosto e vai até 25 de setembro (Foto Ricardo Lima/Divulgação)

Sobre o The Mix Bazar – O The Mix Bazar (TMB) é um projeto que trabalha com economia criativa, consumo sustentável e economia colaborativa e se manifesta através da moda sustentável, da arte e do design. O TMB é também um espaço alternativo plural onde acontecem cursos, workshops, exposições e eventos culturais. Tem como propósito estimular a economia criativa por meio da valorização da produção autoral e local, e tem como principais pilares Pessoas-Sustentabilidade-Economia Criativa. Entre os projetos  apoiados/realizados, além da Feira SUB, o MIX realizou o projeto ‘Fio da Meada’ – um mês de programações gratuitas que incluiu a performance ‘Jandiras’ da artista Hellen Audrey e do músico Guga Costa –  participou do Festival Hercule Florence em 2015 e 2017, das exposições ‘Encontros com Alice’ da artista Valéria Menezes (2015) e ‘Frente e Verso’, exposição de livro de artista de 5 artistas de Campinas (2016), criou um roteiro de bairro chamado ‘Cambuí Walking Tour’ que tem o intuito de estimular a mobilidade urbana sustentável por meio da caminhada pelo bairro e divulgar os comerciantes locais. Também apoiou os projetos dos livros ‘Os Vestidos de Frida’ de Christine Ferreira Azzi com ilustrações de Juliana Fiorese (2015) ‘Valquírias’ de Juliana Fiorese (2016), ‘Revista Farpa’ (2016) editada pelo coletivo Farpa, composto por seis mulheres, Casa Plana (2016) e do livro Obras Comentadas de Andrés Hernández (2016).

Serviço

Feira SUB 2018

Data: 15 de setembro de 2018

Horário: 11 às 21 horas

Local: Biblioteca Pública Municipal ‘Professor Ernesto Manoel Zink’ (Avenida Benjamim Constant, 1633, Centro, Campinas, SP)

Entrada Gratuita

Informações: oifeirasub@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/feirasub/

Evento: https://www.facebook.com/events/1297616253704967/

Exposição ‘Acervo de Publicações Independentes da Feira SUB’

De: 13 de agosto a 25 de setembro de 2018

Horário: segunda à sexta das 9h às 22h

Local: ‘Projeto Estante de Livros e Cadernos de Artista’ do Departamento de Artes Plásticas do Instituto de Artes da Unicamp (DAP-IA) / Piso Térreo / Rua Elis Regina, 50 – Cidade Universitária

Entrada Gratuita

Sobre ASN

Organização sediada em Campinas (SP) de notícias, interpretação e reflexão sobre temas contemporâneos, com foco na defesa dos direitos de cidadania e valorização da qualidade de vida. Já ganhou os prêmios de jornalismo: FEAC (2015), Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros (2016), ABAG-Ribeirão Preto "José Hamilton Ribeiro" de Jornalismo (2017) e Prêmio INEP de Jornalismo (2017).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>