Capa » Eduardo Gregori

Eduardo Gregori

LISBOICES: Fim de Verão

Praia da Rainha, em Cascais, uma das maravilhas lusas (Foto Eduardo Gregori)

Já estamos no meio de setembro e os dias em Lisboa não estão mais tão quentes. Tivemos 45 graus, muito sol e muita praia. Carcavelos, Parede e Cascais, e a Costa da Caparica viviam lotadas aos finais de semana. Uma luta para encontrar um lugar na areia. O sol parecia não querer deixar o céu. Às 9h da noite ainda ... Leia Mais »

LISBOICES: É português, é?

Gregori_Lisboices

Sou casado há quase quatro anos com um português. Como também tenho amigos portugueses, apurei o ouvido para ouvir e entender o idioma de Portugal. Engraçado que alguns amigos brasileiros às vezes me pedem para traduzir algumas palavras e expressões que Paulo, meu marido, fala. Mas estar acostumado à pronúncia e escrita portuguesa não lhe prepara em quase nada para ... Leia Mais »

LISBOICES: Cidade sitiada por espertinhos

"Se você exige que o governo e o outro lhe respeitem, então se dê o respeito" (Foto Arquivo Pessoal)

Uma das poucas coisas que me irritam aqui em Lisboa é a prática de burlar a cobrança nos transportes públicos. O preço de uma passagem aqui não é lá tão barato, principalmente quando se mora na periferia e é preciso se deslocar pela cidade. Mas isso não é motivo para simplesmente não querer pagar. O governo concede uma série de ... Leia Mais »

Perdidos outra vez

Gregori_perdidos-no-espaco-netflix_

Por Eduardo Gregori Produção da Netflix reconta as aventuras da família Robinson no espaço Quem tem mais de 40 anos e é fã de seriados si-fi com certeza assistiu o clássico Perdidos No Espaço, produzido por Irwin Allen e levado ao ar pela rede de televisão norte-americana CBS entre os anos 1965 e 1968. A história, para quem não se lembra, ... Leia Mais »

LISBOICES: Pela janela

Gregori_Lisboices

No meu apartamento do Brasil, a questão roupas penduradas na janela sempre foi motivo de desentendimentos. É engraçado como nós, brasileiros, sempre relacionamos os varais para fora das janelas com cortiço ou favela. Presenciei várias discussões sobre essa conduta onde vivi. As pessoas acreditam que roupa pendurada na janela desvaloriza o imóvel, diminuem o “chic”, vulgarizam etc. Bem, isso é ... Leia Mais »

LISBOICES: Utopia boba e egoísta

"Pena de uma cidade tão linda que é subjugada pelo turismo de massa e desmedido." (Foto Acervo Pessoal)

Madrugada de domingo. Pego o barco para a travessia da margem sul até o Terreiro do Paço, no coração de Lisboa. Chego às 6h da manhã e o metro ainda não está a funcionar. Ando à margem do Tejo quase chegar até o Cais do Sodré. Pelo caminho, montes de turistas que não foram dormir. Muitos deles bêbados, a tropeçar ... Leia Mais »

LISBOICES: Ser bom ou ruim não depende da cor da pele

"Bem ou mal habitam qualquer tom de pele, sexo, orientação sexual…" (Foto Acervo Pessoal)

Antes que este texto possa incitar alguma polêmica de cunho racista, me antecipo em dizer que aqui em Portugal muitos africanos se identificam mais com a palavra preto. Diferente do Brasil, onde o usual é negro. Aliás, esse tema seria uma boa discussão, pois nos Estados Unidos o termo negro é uma ofensa grave, enquanto preto é o utilizado pelos ... Leia Mais »

LISBOICES: Violência na bagagem

"O que não posso deixar é que o medo me aprisione" (Foto Arquivo Pessoal)

Madrugada de domingo. À 1h30 da manhã salto na estação Rato do metrô. Vou encontrar um amigo brasileiro que vai tocar em uma casa noturna na região central de Lisboa. Da estação até o local são alguns passos, uns 700 metros. O Largo do Rato, que até o início do século 20 era chamado de Praça Brasil, é um lugar ... Leia Mais »

LISBOICES: Alienígena legalizado

"Lisboa é tão aprazível ao sol da manhã que não dá vontade de fazer outra coisa além de caminhar por aqui e acolá"

É domingo, 11h da manhã. Depois de discotecar em um after hours no Bairro Alto, sigo pelo Chiado até a estação do metrô. No caminho, bem em frente ao Café a Brasileira, milhares de turistas sentam-se ao sol e tiram foto com a estátua de Fernando Pessoa. Ao longo escuto Englishman in New York, música de Sting que fala sobre ... Leia Mais »

LISBOICES: Tão perto, tão longe

"Daqui da margem sul, Lisboa pode ser tão longe, ou tão perto" (Foto Eduardo Gregori)

Aluguei um carro para ir ao Algarve, no sul de Portugal. Desde que completei 18 anos tenho carteira de habilitação (aqui chamada de carta de condução) e automóvel. A minha vida em Campinas era quase impensável sem carro: de casa para o trabalho, para o shopping, para o supermercado, para São Pauto etc. Viajei e um dia antes de devolver ... Leia Mais »