Vazão do rio Atibaia próxima do limite crítico para abastecimento em Campinas
Ponte sobre o rio Atibaia quase seco: panorama desolador (Foto Adriano Rosa)

Vazão do rio Atibaia próxima do limite crítico para abastecimento em Campinas

A vazão do rio Atibaia atingiu 4,2 metros cúbicos por segundo às 21h40 desta quarta-feira, 21 de janeiro, volume muito próximo do limite crítico, que é 4 metros cúbicos por segundo. Os dados são do Centro Tecnológico de Hidráulica e Recursos Hídricos. A temperatura máxima em Campinas chegou hoje a 32,5 C, às 17 horas, menor do que as máximas dos últimos dias, que ultrapassaram 36 graus.

O panorama do rio Atibaia volta a  ser desolador em Campinas, próximo do cenário mais crítico de fevereiro de 2014. Em vários pontos é possível atravessar o rio a pé, sobre as pedras do fundo do leito que estão agora descobertas. Isto acontece por exemplo no bairro Carlos Gomes.

O Cepagri/Unicamp afirma que a chegada de uma frente fria na região causou o ligeiro declínio das temperaturas que persiste por mais 48 horas, mas tendendo a se elevar novamente até o final de semana sem atingir os níveis dos últimos dias. Os ventos frios do Sul, moderados, ajudam a manter as temperaturas amenas até a sexta-feira. Não há perspectiva de chuvas significativas até o domingo, alerta o Cepagri.

As condições melhoram o conforto ambiente, caracterizado por umidade do ar entre 45 e 75% aproximadamente e temperaturas ao redor dos 22C. As máximas ficam ao redor dos 27C e as mínimas em 20C. O nível de Ultravioleta segue muito alto – entre 13 e 14 – em condições de céu aberto, requerendo atenção na exposição direta ao sol entre 10 e 16 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>