10ª Mostra Curta Audiovisual de Campinas tem 20 trabalhos da região e recorde de inscrições

10ª Mostra Curta Audiovisual de Campinas tem 20 trabalhos da região e recorde de inscrições

De hoje até sábado (24/09), acontece na Casa do Lago, em Barão Geraldo, a 10ª Mostra Curta Audiovisual, com programação inteiramente gratuita. O curta metragem “Rio Verdadeiro”, de Hidalgo Romero, do Laboratório Cisco, de Campinas, é uma das atrações da programação de hoje à noite. O road movie percorre toda a extensão do Rio Tietê, da nascente à foz, com narração poética e em primeira pessoa. A programação da 10ª Mostra teve início na última quinta-feira, com atividades em diversos endereços da cidade (confira aqui a programação).

mostra-curtas-campinas-hidalgo-romero_laboratorio-cisco_divulgacao

Hidalgo Romero, do Laboratório Cisco, de Campinas: “Fiz a opção por um olhar poético e pessoal”      Foto: Divulgação

Das 61 produções selecionadas para participar da mostra essa semana na Casa do Lago, 20 são da região de Campinas, entre eles o  filme “A Animação de Lucchetti e Vaccarini”, de Maurício Squarisi, do Núcleo de Animação de Campinas, em seu 17º trabalho autoral e com extensa produção de audiovisuais nas últimas décadas na cidade. Squarisi é ainda o curador da ‘Mostrinha’, com 12 curtas infantis selecionados.

Maurício Squarisi: uma viagem pela história do café, para todas as idades (Fotos Martinho Caires)

Maurício Squarisi, do Núcleo de Animação de Campinas, teve filme selcionado na mostra e é também curador da ‘Mostrinha’    Foto: Martinho Caires

Também de Campinas, foi selecionado o curta de cinco minutos “Assim”, de Cristiano Barbosa e Lucas Vega, que será exibido na Casa do Lago sexta-feira (23) às 19h. Na definição do professor-cineasta Cristiano Barbosa, é “um filme aquático para pessoas fluídas”. Nesta edição comemorativa de dez anos da Mostra Curta Audiovisual, houve um número recorde de filmes inscritos, num total de 365 trabalhos de todo o Brasil, além de filmes especialmente convidados (www.mostracurta.art.br/).

Criatiano Barbosa (foto) e Lucas Veja participam da mostra com "Assim": "Um filme fluido"

Criatiano Barbosa (foto) e Lucas Veja participam da mostra com o curta “Assim”: “Um filme para pessoas fluidas”     Foto: Arquivo pessoal

O Rio Tietê

No país que detém a maior reserva de água doce do planeta, é alarmante ver como os rios e a água são relegados ao esquecimento, ao descaso e à destruição. O Rio São Francisco (receptor do esgoto de centenas de municípios de cinco estados diferentes) e o Rio Doce (sufocado pelos rejeitos da barragem da mineradora Samarco que rompeu em novembro de 2015, destruindo fauna, flora e comunidades) – só para citar os mais famosos – são exemplos deste desleixo. O principal e mais conhecido rio do Estado de São Paulo, o Tietê, é o protagonista do curta de Hidalgo Romero, “Rio Verdadeiro”.

O diretor mostra histórias esquecidas e testemunhos de pessoas que nasceram e viveram à beira do rio. O filme busca desconstruir essa visão de um rio degradado e poluído, mostrando um rio resiliente, que apesar dos mal tratos e ações humanas, vai se limpando lentamente até desaguar no Rio Paraná, completamente limpo. “Para tratar deste tema, fiz a opção por um olhar poético e pessoal, relacionando a história do rio à minha ideia de desenvolvimento e progresso”, diz Romero.

“Rio Verdadeiro” é uma produção barata e simples. “Fiz a viagem toda sozinho, filmando, gravando o som e entrevistando as pessoas.” O orçamento do filme foi obtido graças ao edital do Canal Futura para o programa Sala de Notícias, que exibiu uma versão de “Rio Verdadeiro” para a TV.

Conheça abaixo os 20 filmes de Campinas e região na 10ª Mostra Curta Audiovisual ou clique aqui para ver relação completa dos 61 curtas selecionados:

RIO VERDADEIRO, 16’

Hidalgo Romero – Documentário – Campinas-SP

– A ANIMAÇÃO DE LUCCHETTIVACCARINI, 25’

Maurício Squarisi – Documentário – Valinhos, SP 

– ASSIM, 5’
Cristiano Barbosa e Lucas Vega – Experimental – Campinas, SP

– A DANÇA DA AMIZADE. HISTÓRIAS DE URUCUNGOS, PUÍTASQUIJENGUES, 25´
Gilberto Alexandre Sobrinho – Documentário – Campinas, SP

– ALOHA KAI, 19’
Michel Franco – Ficção – Campinas e Guarujá, SP

– ANDRÓIDES SONHAM COM OVELHAS ELÉTRICAS?, 12’
Igor Capelatto – Ficção – Campinas, SP

– A VELHA, 7’

Kit Menezes – Ficção – Piracicaba, SP

– BANZO, 15’

Natasha Marzliak e Giovana Mastromauro – Documentário – Campinas, SP

– CEP 05300, 21’
Adria Meira e Lygia Pereira – Documentário – Campinas, SP

– COMPOTA EM MANGABA, 1’
Fábio Acorsi – Experimental – Campinas e Santo André, SP

– EGOTRIP, 20’
Martinez – Ficção – Campinas, SP

– ESTADO-VIOLÊNCIA, 5’

Rafael Ghiraldelli – Animação – Campinas, SP

– ESTADOREVOLUÇÃO, 11’
Gustavo Sousa Vieira e Orestes Augusto Toledo – Experimental – Campinas, SP

– EU, SAMYLLY VELLASKES, 12’
Rodrigo Lara – Documentário – Campinas, SP

– FINE ART PHOTOGRAPHY – A FOTOGRAFIA ENTREARTE E O PRODUTO, 13’
Helen Quintans – Documentário – Campinas, SP

– IEMANJÁ YEMOJA: A CRIANÇÃO DAS ONDAS, 9’
Célia Harumi Seki – Animação – Campinas, SP

– MAIS LEVE QUECÉU, 3’

Ramiro Rodrigues – Ficção – Campinas, SP

– MANOLO BARBEIRO, 15’
Vitor Cecchino – Ficção – Americana, SP

– PISTA PÚBLICA, 10’
Artie Oliveira – Documentário – Campinas, SP

– UMA BOLHA NO ESQUERDO DE NINA, 20’

Rodrigo Faustini – Ficção – Campinas, SP

mostra-curta-unicamp-cisco-3

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>