Capa » Cidadania » Projeto Nossa Cozinha coloca a gastronomia a serviço da inclusão social
Projeto Nossa Cozinha coloca a gastronomia a serviço da inclusão social
Chefs que se uniram no projeto que alia gastronomia e ação social (Foto Divulgação)

Projeto Nossa Cozinha coloca a gastronomia a serviço da inclusão social

Campinas ganhará a partir do dia 4 de julho um projeto gastronômico diferenciado, que promoverá a união entre quatro destacados chefs de cozinha da cidade e o Armazém das Oficinas, programa do Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, localizado no distrito de Sousas. A parceria, única no modelo proposto, oferecerá ao público aulas de culinária seguidas de degustação e promoverá feiras gastronômicas com ênfase em produtos naturais e artesanais. Os eventos servirão a três propósitos: divulgar o trabalho desenvolvido pelo Armazém das Oficinas, qualificar os assistidos pelo Cândido Ferreira interessados em trabalhar na cozinha e arrecadar recursos que contribuam para a manutenção das atividades oferecidas pelas oficinas da instituição.

Batizado de Nossa Cozinha, o projeto foi idealizado pelos chefs André Vanini, Evandro Higa, Joana D’Arc Lacerda e Manuel Alves Filho, todos com vasta e diversificada experiência no mercado gastronômico. O objetivo, segundo os cozinheiros, é explorar as várias possibilidades oferecidas pela gastronomia. O Nossa Cozinha vai contemplar dimensões como ensino e aprendizagem, qualificação profissional, responsabilidade social, lazer e, claro, deliciosas experiências sensoriais.

De acordo com André Vanini, as aulas de culinária serão abertas ao público e ministradas quinzenalmente, durante a noite, no restaurante operado pelo Armazém das Oficinas. “A cada 15 dias, um chef se encarregará de ensinar o público a preparar um ou mais pratos. Durante a atividade, esse cozinheiro contará com a colaboração de oficineiros da instituição, que aprenderão novas técnicas e processos. Ao final, todos degustarão a preparação”, explica.

Evandro Higa adianta que a ideia é fazer com que os participantes coloquem a mão na massa. “Não queremos aulas meramente expositivas. Queremos que os alunos interajam durante as atividades. Vamos trabalhar os recursos didáticos e pedagógicos de forma bastante descontraída”, promete. Os temas das aulas, acrescenta Joana D’Arc, serão bastante variados. “Como cada um de nós tem uma especialidade, o público pode esperar por muita diversidade. Vamos ensinar a preparação de pratos que vão da culinária brasileira à japonesa, passando pela italiana e francesa”, avisa a chef.

O investimento por aula, informa Manu Alves Filho, será de R$ 65. “Trata-se de um valor bastante justo, equivalente ao preço médio de um prato em um bom restaurante. Nesse caso, além da aula propriamente dita e do material didático, os participantes também terão direito ao jantar que ajudarão a preparar. Isso sem mencionar o fato de que estarão contribuindo para as atividades do Cândido Ferreira, instituição que presta relevantes serviços nas áreas de tratamento e inclusão de pessoas com transtornos mentais”, pondera. Informações e inscrições para as aulas devem ser feitas pelo telefone (19) 3251-9677 ou pelo e-mail vendas@armazemoficinas.com.br.

Feiras – Além das aulas semanais, que terão início no dia 4 de julho, sob o comando do chef André Vanini, que ensinará a preparação de massas artesanais, o Nossa Cozinha também promoverá feiras gastronômicas aos finais de semana, em datas ainda a serem definidas. Os eventos darão ênfase aos produtos naturais e artesanais. “Queremos reunir cozinheiros e produtores que possam oferecer diretamente aos consumidores pratos e alimentos de elevada qualidade, a preços acessíveis. Além disso, também pretendemos que as feiras se transformem em espaços para o encontro de pessoas e que sirvam à troca de ideias e afetividades”, salienta Manu Alves Filho.

Conforme Evandro Higa, a expectativa dos chefs é promover a primeira feira do Nossa Cozinha em agosto. “Queremos aproveitar o inverno e o ambiente natural oferecido pelo distrito de Sousas para organizar algo que proporcione ao público lazer e boa comida”, afirma o cozinheiro, com a concordância de Joana D’Arc.

Calendário – 

4/07/2018 – Massa fresca artesanal – Chef André Vanini

Descritivo: Uma aula fundada na rica e tradicional gastronomia italiana abrirá as atividades do projeto Nossa Cozinha. Os alunos aprenderão a preparar massa fresca artesanal, em diversos cortes: espaguete, fettuccine, pappardelle e farfalle, bem como a preparação de um aromático molho de tomate rústico. Ao final, os participantes degustarão os pratos.

18/07/2018 – Arroz de bacalhau com batatas bronzeadas – Chef Manu Alves Filho

Descritivo: A aula ensinará a preparação de um prato típico da cozinha espanhola, o rico e saboroso arroz de bacalhau, que ganhará a escola de deliciosas batatas bronzeadas na manteiga, azeite e alecrim. Ao final, os alunos degustarão o prato.

01/08/2018 – Refeição tradicional japonesa – Chef Evandro Higa

Descritivo: A culinária japonesa vai muito além dos conhecidos sushis, sashimis e temakis. É o que o vai demonstrar o chef Evandro Higa ao ensinar a preparação do tradicional arroz japonês, que terá os acompanhamentos do especiado karê (curry, cebola, cenoura e batata) e do crocante karaage (sobrecoxa marinada no saquê, shoyu, gengibre, alho e sal, que depois é empanada e frita). Ao final da atividade, os presentes degustarão os pratos.

15/08/2018 – Geleias artesanais – Chef Joana D’Arc Lacerda

Descritivo: As geleias estão entre os produtos mais consumidos pelos apreciadores da boa mesa. Estão presentes no café da manhã, no chá da tarde e até na preparação de diversos pratos salgados. A chef Joana D’Arc vai ensinar o preparo dessas delícias, que podem ter como base ingredientes inovadores que vão além das frutas tradicionais, como ervas, cachaça, chás e cerveja! Esta aula é indicada para quem quer dominar novas técnicas e também para quem pensa em trabalhar com um produto que pode se transformar em um negócio.

 

Sobre ASN

Organização sediada em Campinas (SP) de notícias, interpretação e reflexão sobre temas contemporâneos, com foco na defesa dos direitos de cidadania e valorização da qualidade de vida. Já ganhou os prêmios de jornalismo: FEAC (2015), Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros (2016), ABAG-Ribeirão Preto "José Hamilton Ribeiro" de Jornalismo (2017) e Prêmio INEP de Jornalismo (2017).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>