Vazão do rio Atibaia dobra e afasta risco para abastecimento de água em Campinas
Vazão do rio Atibaia estava muito baixa nos últimos dias (Foto José Pedro Martins)

Vazão do rio Atibaia dobra e afasta risco para abastecimento de água em Campinas

A vazão do rio Atibaia dobrou entre ontem, sexta, e hoje, sábado, 24 de janeiro, afastando a curto prazo o risco para o abastecimento de água em Campinas. A vazão subiu durante o dia todo, indo de 4,9 metros cúbicos por segundo às 14 horas de ontem para 10,5 metros cúbicos por segundo às 21h40 deste sábado. O limite de risco para abastecimento em Campinas é 4 metros cúbicos, ou 4 mil litros, de água por segundo na captação da Sanasa no distrito de Sousas.

Após a estação de captação, entretanto, a vazão do Atibaia continua muito baixa, chegando a 0,72 m3/s na altura da Estação Desembargador Furtado (antiga estação ferroviária). O aumento da vazão antes da estação de captação deve-se às chuvas. Segundo o Cepagri/Unicamp, choveu 28 milímetros ao longo deste sábado, e 33,2 mm nas últimas 72 horas.

Existe expectativa sobre se os reservatórios que abastecem a Grande São Paulo também terão aumento em função das chuvas. Os reservatórios do Sistema Cantareira, que abastecem metade da Grande São Paulo e também têm impacto no abastecimento da região de Campinas, chegaram a 5,2% neste sábado, apesar das chuvas dos últimos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>