Vibração, história e alegria no desfile do Nem Sangue nem Areia pela Vila Industrial
Desfile do Nem Sangue nem Areia em 2015, simbolizando o fortalecimento do Carnaval comunitário em Campinas (Foto Martinho Caires)

Vibração, história e alegria no desfile do Nem Sangue nem Areia pela Vila Industrial

Pelo sétimo ano consecutivo, em sua nova fase, o bloco Nem Sangue nem Areia desfilou neste domingo, 8 de fevereiro, pelas ruas da histórica Vila Industrial. O bloco que encantava a cidade entre as décadas de 1940 e 1970 se consolida como um ícone da retomada do Carnaval de rua, de bairro, de comunidade.

Concentração animada, na rua Francisco Teodoro

Concentração animada, na rua Francisco Teodoro

De novo a concentração começou animada, na rua Francisco Teodoro, via próxima ao complexo ferroviário e ao Teatro “Castro Mendes”. Pelo segundo ano, a animação ficou por conta da Bateria Alcalina.

Muita fantasia, ao sabor da criatividade dos foliões

Muita fantasia, ao sabor da criatividade dos foliões

Neste ano, o tema do Nem Sangue nem Areia foi “O Boi tem história, o Boi tem memória”, uma homenagem ao animal que durante anos fez parte do dia-a-dia da Vila Industrial e que povoa o imaginário da humanidade desde a pré-história.

Animação musical, para alimentar o cortejo pelas ruas da Vila

Animação musical, para alimentar o cortejo pelas ruas da Vila

O nome do bloco deriva do filme “Sangue e Areia”, de 1941, com o galã Tyrone Power. História de toureiros e touros, comuns no bairro que abrigava matadouros e curtumes. Já transformado em escola de samba, o Nem Sangue nem Areia desfilou pela última vez em 1976, retomando a trajetória em 2009. Cada vez mais uma referência para o Carnaval da Vila e de Campinas.

Alegria colorida, emoção contagiante, combustíveis para a festa

Alegria colorida, emoção contagiante, combustíveis para a festa

 

Neste ano os organizadores procuraram reforçar as alas dos bois, dos cavalinhos e dos bonecos com cabeções. O patrimônio cultural imaterial da Vila, de Campinas, do Brasil, resgatado, valorizado e eternizado.

Arte, memória e resgate nas ruas históricas da Vila

Arte, memória e resgate nas ruas históricas da Vila

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>