Infinitos Acordes: Os caminhos da viola caipira – Moda de Rock
Ricardo Vignini e Zé Helder: reinvenção de estilos (Fotos Adriano Rosa)

Infinitos Acordes: Os caminhos da viola caipira – Moda de Rock

“In the Flesh”, de Pink Floyd, como valsa. “Aces High”, do Iron Maiden, e “Master of Puppets”, do Metallica, tornadas pagode de viola. Estas são algumas das metamorfoses musicais proporcionadas pelo duo “Moda de Rock”, formado pelos violeiros Ricardo Vignini e Zé Helder e que, juntando rock e viola caipira, reinventaram dois estilos, pela intersecção de duas vertentes, de dois estilos de vida. “Moda de Rock” é o oitavo integrante da série “Infinitos Acordes: Os caminhos da viola caipira”.

Nascidos em 1973 e membros da banda Matuto Moderno, os dois violeiros se juntaram em 2007 para tocar e adaptar clássicos do rock para viola caipira. A ideia inicial de Ricardo Vignini e Zé Helder era mostrar a potencialidade do instrumento para seus alunos e reviver a trilha sonora da adolescência.

Pois o  lançamento do CD “Moda de Rock – Viola Extrema”, em 2011, se tornou um sucesso de mídia, vendas e de shows, realizados em todas regiões do Brasil, Argentina e nos EUA.

Ricardo Vignini é produtor e pesquisador de cultura popular do Sudeste do Brasil. Ao lado da banda Matuto Moderno gravou cinco CD ́s. Lançou em 2010 o CD solo instrumental “Na Zoada do Arame” e participou dos principais eventos sobre a viola no Brasil, EUA e França. É dono do selo Folguedo, dedicado à música caipira. Entre o palco e gravações trabalhou com artistas americanos Bob Brozman em turnê brasileira em 2003 e Woody Mann em 2006 e 2008.

Também tocou com Christiaan Oyens e o gaitista Sérgio Duarte, as cantoras Kátya Teixeira, André Abujamra. Paulo Simões. Leciona viola caipira e guitarra há 22 anos. Produziu quatro CDs e um DVD
do Índio Cachoeira. Tocou e gravou também com: Socorro Lira, Pena Branca, Levi Ramiro, Pereira da Viola, Os Favoritos da Catira. Trabalha com trilhas de publicidade e cinema também como do curta “Toca pra Diabo”. Em 2013 montou o Power Trio Mano Sinistra de rock pesado.

Zé Helder é violeiro, cantor e compositor, com três CDs solos: “A Montanha” (2004) e “No Oco do Bambu” (2009), e “Assopra o Borralho” (2015) com participações especiais. Gravou também com o grupo Orelha de Pau (2002), além de participações em CDs e shows de diversos artistas, entre eles Guca Domenico, Levi Ramiro, Dani Lasalvia, Ceumar, Alzira Espíndola, Lucina, Ivan Vilela.

Em 2010, passou a integrar o grupo Matuto Moderno, onde assumiu a viola (junto com Ricardo Vignini) e os vocais (junto com Edson Fontes). Formado em Licenciatura Plena em Música, criou o curso de viola caipira no Conservatório de Pouso Alegre (CEMPA), e  leciona o instrumento no Conservatório Municipal de Guarulhos.

Infinitos Acordes – Nesta série, a Agência Social de Notícias reproduz o material coletado e produzido pelo Projeto Infinitos Acordes, que documentou em vídeo a obra de oito violeiros com estilos e sotaques distintos, exatamente para espelhar a riqueza multicolorida da música de raiz. Pelos acordes de Levi Ramiro, Julio Santin, Milton Araújo, João Arruda, Zeca Collares, João Paulo Amaral, Paulo Freire, Ricardo Vignini e Zé Helder, é possível trilhar os caminhos da viola caipira em sua essência.

O Projeto Infinitos Acordes é resultado da parceria entre os jornalistas Josiane Giacomini e Adriano Rosa, que também assina as fotos e as filmagens, e o editor e videomaker Filipi do Canto. Foram meses de pesquisa, elaboração de roteiro e gravações, resultando em documentário ainda inédito de 45 minutos que resume um dos mais importantes capítulos do cancioneiro popular brasileiro, o da viola caipira. Do documentário foram desmembrados oito videoclipes com trechos das entrevistas e das músicas que os violeiros apresentaram durante os depoimentos.

"Moda de rock"é mais uma prova dos infinitos acordes da viola caipira

“Moda de rock”é mais uma prova dos infinitos acordes da viola caipira

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>