Capa » Blogs ASN » Take your time
Take your time
"A persistência da memória", do surrealista espanhol Salvador Dalí (1931), no acervo do Museu de Arte Moderna (Moma) de Nova Iorque

Take your time

No português, a expressão ‘Take your time’ é o equivalente a “Não tenha pressa” ou “Faça no seu tempo”. Mas eu gosto mesmo do que poderia ser a tradução literal: Pegue o seu tempo. A materialização disso me faz viajar. Como fazer a representação destas palavras? Pegar o tempo com as mãos é fisicamente impossível. Mas pegar o tempo é, efetivamente, pegar a vida. Tempo é vida.

E quem pega a sua própria vida? Não estamos nós sempre a correr no tempo que nos impõem e nos cobram? O rush, a pressa, o ‘time’. É o ritmo de uma sociedade que não respeita o tempo de cada um. Não respeita a vida de cada um.

A intolerância está nas ruas. Quem cresce em ambientes apressados, sem tempo nem tolerância, dificilmente vai se desprender disso nas ruas. A intolerância anda de mãos dadas com a arrogância. Não respeitar o tempo das coisas e das pessoas é um desrespeito à vida.

Tenho voltado à minha infância para recuperar o meu tempo. Cá estou eu a remexer na memória para pegar o meu tempo; pegar minha vida nas mãos. E já bem disse Gabriel García Márquez: “A partir de certa idade, qualquer coisa que a gente escreve já faz parte das nossas memórias.” O tempo, por fim, que é vida, é também a persistência da memória.

Leia na íntegra novo post do Blog de Adriana Menezes, na Agência Social de Notícias. Você pode clicar no ícone Blogs, na barra de ferramentas no alto desta página; ou pode clicar no link asn.blog.br/adriana .

 

Adriana_1650x366

Sobre Adriana Menezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>