Capa » Cultura Viva » Virada Popular Cultural começa na Praça Arautos da Paz com a marca da diversidade
Virada Popular Cultural começa na Praça Arautos da Paz com a marca da diversidade
Quilombola REC & Higor Lima, na Virada Popular Cultural de Campinas (Foto José Pedro Martins)

Virada Popular Cultural começa na Praça Arautos da Paz com a marca da diversidade

Sábado é dia de skate, bicicleta e corrida na Praça Arautos da Paz, mas hoje o espaço ganhou um novo atrativo com a realização da Virada Popular Cultural de Campinas, de caráter inédito em São Paulo. Com o cancelamento da Virada Cultural oficial, grupos de artistas e realizadores culturais em geral se uniram para possibilitar uma iniciativa própria e organizada em rede. A programação começou às 11 horas e vai até 22 horas de amanhã, domingo.

A diversidade da cena cultural de Campinas e região é a marca da Virada Popular Cultural. Hip hop, rock, poesia, música popular e outros estilos vão cobrir as 36 horas de atividades, possibilitadas pela união de grupos de jovens que já atuam na ocupação de territórios como a Concha Acústica do Parque Portugal (Taquaral), Estação Cultura e Centro de Convivência Cultural, onde há anos é realizado o Sarau Arte Viva.

Joyce Vilela levou o malabares para Praça Arautos da Paz (Foto José Pedro Martins)

Joyce Vilela levou o malabares para Praça Arautos da Paz (Foto José Pedro Martins)

“Estamos aqui como resistência, para mostrar que é possível fazer cultura sem grandes estruturas”, afirma Rodrigo Nini, um dos realizadores culturais que responderam positivamente à convocação autônoma e independente, feita praticamente com um evento aberto no Facebook. Mais de 160 artistas solo ou grupos se inscreveram e mais de 40 vão se apresentar nesse dia e meio. “Somos um movimento apartidário, apenas pelo direito das famílias, das crianças a terem o espaço público e acesso a cultura”, diz Rodrigo, que é curador da Bienal Internacional de Cultura Psicodélica e empresário em alimentação orgânica.

Muitas outras atrações em paralelo, como o malabares com Joyce Vilela, estudante de Educação Física da Unicamp. “É importante mostrar que é possível organizar e realizar ações culturais, mesmo que não seja de modo oficial”, ela comenta. Abaixo, a programação completa, com respectivos horários, da Virada Popular Cultural de Campinas. (Por José Pedro Martins)

Arte - produzida e divulgada pelos organizadores - com a programação, com respectivos horários, da Virada Popular Cultural de Campinas

Arte – produzida e divulgada pelos organizadores – com a programação, com respectivos horários, da Virada Popular Cultural de Campinas

São mais de 40 grupos ou artistas solos e apresentando até 22 horas de domingo, 29 de maio (Foto José Pedro Martins)

São mais de 40 grupos ou artistas solos e apresentando até 22 horas de domingo, 29 de maio (Foto José Pedro Martins)

 

Sobre ASN

Organização sediada em Campinas (SP) de notícias, interpretação e reflexão sobre temas contemporâneos, com foco na defesa dos direitos de cidadania e valorização da qualidade de vida. Já ganhou os prêmios de jornalismo: FEAC (2015), Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros (2016), ABAG-Ribeirão Preto "José Hamilton Ribeiro" de Jornalismo (2017) e Prêmio INEP de Jornalismo (2017).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>