quarta-feira , 20 setembro 2017
Feira SUB 2017, de Campinas, recebe Gustavo Piqueira
Gustavo Piqueira também fará palestra na Feira SUB 2017 (Foto Divulgação)

Feira SUB 2017, de Campinas, recebe Gustavo Piqueira

Feira SUBO designer e autor contemporâneo Gustavo Piqueira estará na segunda edição da Feira SUB de Arte Impressa e Publicações Independentes, no dia 16 de setembro, em Campinas, para falar sobre ‘O Livro Como Espaço de Livre Ocupação”. Nesta conversa ele falará sobre as possibilidades de mistura entre os elementos textuais, visuais e materiais na criação de suas obras impressas. A palestra, gratuita, acontece às 15:30hs, na Biblioteca Pública Municipal ‘Professor Ernesto Manoel Zink’, durante a realização da Feira SUB.

Autor de 20 livros de difícil classificação, nos quais mistura livremente texto, imagem e design, Gustavo Piqueira é um dos mais premiados designers gráficos do país. À frente de seu estúdio Casa Rex, acumula mais de 400 prêmios internacionais de design. Gustavo escreve, ilustra, faz tipografia e embalagens, experimenta. Não se limita a regras do design. Formado em arquitetura pela FAU, desenvolve design estratégico para marcas globais de consumo, design original para projetos editoriais, corporativos e ambientais, além de projetos experimentais para alfabetos, objetos e ilustrações.

“Na palestra mostrarei como, em minha trajetória, saí de projetos inicialmente tradicionais para, aos poucos, subverter os métodos ditos corretos e transformar cada livro de minha autoria numa oportunidade para a experimentação de diferentes processos criativos. Assim, a confecção de meus livros tornou-se não apenas o caminho para a produção da obra em si, mas também um rico instrumento de questionamento e provocação”, explica Piqueira.

Provocação é algo que o autor faz com muita propriedade em seus livros. Na sua forma arrojada de criar, ou contar histórias, um de seus livros, o Lululux (com tiragem esgotada), editado pela Lote 42 (2015), editora independente de São Paulo, apresenta toda a narrativaimpressa no formato de um ‘conjunto narrativo de jantar’, contendo 20 guardanapos, 6 jogos americanos e 8 porta-copos que conforme orientação do designer, “podem ser tanto lidos quanto servidos à mesa de refeições por quem não estiver nem aí para literatura”.

Um dos trabalhos de Piqueira com a Lote 42 (Foto Divulgação)

Um dos trabalhos de Piqueira com a Lote 42 (Foto Divulgação)

Em outra aventura, também em parceria com a Lote 42 (2016), Piqueirafaz uma ‘experiência literária-postal-urbana’ através de ações envolvendo o envio de malas diretas para mais de 9 mil residências dos bairros de Santa Cecília e Higienópolis, distribuição de folhetos, cartazes, homens-placas e até uma coroa de flores deixada na calçada causando estranhamento nos moradores dos bairros e gerando uma série de consequências. Todo esse experimento é registrado no livro Valfrido? .

“Já me disseram que não é literatura, que não é arte e que não é design. Estou confortável com esse não lugar”, confessa Gustavo Piqueira.

Outra experiência do artista (Foto Divulgação)

Outra experiência do artista (Foto Divulgação)

No livro “Seu Azul” (Ed. Lote 42 – 2013), o projeto gráfico do livro é construído apenas por diálogos, não havendo um narrador para descrever gestos ou tom de voz dos personagens. O autor utiliza uma série de recursos gráficos, como a sobreposição de diálogos para indicar discussões, e a redução do espaço entre letras quando um personagem está bêbado — criando uma narrativa visual paralela que aproxima o leitor das cenas. Mas talvez o principal elemento que torna o livro único seja sua capa: todos os mil exemplares foram manualmente cobertos por areia grudada com cola de silicone, podendo cair um pouco na mão do leitor, sendo uma metáfora da sensação de sujeira e desconforto que a narrativa provoca.

O designer atuou na cena dos fanzines dos anos 80. De lá pra cá, esteve envolvido na publicação de livros e no universo da produção gráfica. Em seu livro mais recente Oito Viagens ao Brasil(Ed. Martins Fontes -2017), Piqueiramistura ficção e não ficçao e faz uma investigação da iconografia brasileira nascida no século 16 e sua influência na criação da imagem do Brasil. O livro apresenta e discute o complexo amálgama de indústria, arte e códigos culturais vigentes que deu origem à criação da imagem do Brasil e originou também a mostra Primeiras Impressõesexibida no Museu da Casa Brasileira até meados de agosto.

Durante a Flip 2017, na Casa do Papel – espaço dedicado à arte gráfica – coordenou a residência de quatro artistas na concepção de um livro de crônicas de Lima Barreto. Da concepção do volume à encadernação, tudo foi feito lá.

www.gustavopiqueira.com.br

www.casarex.com

Feira SUB

A Feira SUB é uma feira de Arte Impressa e Publicações independentes e tem como objetivo apresentar os mais variados formatos de produção independente de trabalhos que circulam fora do meio editorial tradicional e inclui: livros, zines, livros de artista, revistas, xilogravuras, pôsteres, ilustrações, fotografias, além de uma infinidade de produtos impressos que têm como características o valor artístico e a produção autoral em pequena tiragem.

A feira é também um espaço para promover a reflexão e o diálogo sobre publicações independentes, design e arte impressa, por meio de exposições, bate-papos, ações e palestras como esta de Gustavo Piqueira. Todas as atividades são gratuitas.

A segunda edição da feira terá a participação de 73 expositores de sete estados, sendo 18 da região de Campinas. O número de expositores representa cerca de 30% a mais em relação ao ano anterior.  Esse crescimento refleteo atual momento de fervor do mercado de publicadores independentes e artistas que circulam fora do circuito convencional. As feiras são espaços de circulação desses trabalhos e o principal mecanismo para conectar publicadores, artistas e público, funcionando como importantes catalisadores na formação de público.

A lista dos expositores você encontra aqui >>http://agenciasn.com.br/arquivos/11362

A Feira SUB é uma realização do The MIX Bazar e conta com o apoio da Secretaria de Cultura de Campinas e da Agência Social de Notícias.

Sobre o The Mix Bazar



O The Mix Bazar (TMB) é um projeto que trabalha com economia criativa, consumo sustentável e economia colaborativa e se manifesta através da moda sustentável, da arte e do design. O TMB é também um espaço alternativo plural onde acontecem cursos, workshops, exposições e eventos culturais. Tem como propósito estimular a economia criativa por meio da valorização da produção autoral e local, e tem como principais pilares Pessoas-Sustentabilidade-Economia Criativa. Dentre os projetos  apoiados/realizados, além da Feira SUB, o MIX participou do Festival Hercule Florence em 2015 e 2017, das exposições’Encontros com Alice’ da artista Valéria Menezes (2015) e ‘Frente e Verso’, exposição de livro de artista de 5 artistas de Campinas (2016), criou o projeto ‘Fio da Meada – Encontros e Fios’ (2017) com exposição e performance da artista campineira Hellen Audrey, criou um roteiro de bairro chamado ‘Cambuí Walking Tour’ que tem o intuito de estimular a mobilidade urbana sustentávele apoiou os projetos dos livros ‘Os Vestidos de Frida’ de Christine Ferreira Azzi com ilustrações de Juliana Fiorese (2015) ‘Valquírias’ de Juliana Fiorese (2016), ‘Revista Farpa’ (2016) editada pelo coletivo Farpa, composto por seis mulheres, Casa Plana (2016) e do livro Obras Comentadas de Andrés Hernández (2016).

Serviço

‘O Livro como Espaço de Livre Ocupação’ – com Gustavo Piqueira

Quando: 16 de setembro

Horário: 15:30h

Local: Feira SUB – Biblioteca Pública Municipal ‘Professor Ernesto Manoel Zink’ (Avenida Benjamim Constant, 1633, Centro, Campinas, SP)

Gratuita

Feira SUB 2017

Data da Feira: 16 de setembro de 2017

Horário: 11 às 21 horas

Local: Biblioteca Pública Municipal ‘Professor Ernesto Manoel Zink’ (Avenida Benjamim Constant, 1633, Centro, Campinas, SP)

Entrada franca

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>