Projetos do Brasil e Portugal unidos nas Jornadas Europeias do Patrimônio
Atividade na Novo Encanto, de Sintra, que participa das Jornadas de 2017 (Foto Divulgação)

Projetos do Brasil e Portugal unidos nas Jornadas Europeias do Patrimônio

A educação ambiental e patrimonial uniu projetos do Brasil e Portugal, para participar das Jornadas Europeias do Patrimônio, que estão acontecendo no mês de setembro. Em terras portuguesas as Jornadas serão realizadas nestes dias 22, 23 e 24 de setembro e na cidade de Sintra serão promovidas atividades em parceria entre a associação Novo Encanto e o Ecomuseu de Maranguape, no Ceará.

A primeira Jornada do Patrimônio aconteceu em 1984, na França, por iniciativa do então ministro da Cultura, Jack Lang. A primeira teve o nome de Portas Abertas nos Monumentos Históricos e foi no terceiro domingo de setembro. O propósito era abrir as portas de todos os monumentos históricos para que a população se apropriasse deles, reforçando o sentimento de identidade e os laços culturais.

O evento foi um sucesso e já no ano seguinte a ação começou a ser difundida para outros países europeus. As Jornadas do Patrimônio Europeu foram finalmente aprovadas em 1991 pelo Conselho da Europa. A cada ano um tema passou a orientar a programação. O tema de 2017, Patrimônio e Natureza, permitiu a ligação entre os projetos da Novo Encanto, de Sintra, e do Ecomuseu de Maranguape.

Equipe da Novo Encanto e do Ecomuseu de Maranguape que organizou atividades deste ano (Foto Divulgação)

Equipe da Novo Encanto e do Ecomuseu de Maranguape que organizou atividades deste ano (Foto Divulgação)

A Novo Encanto é uma associação portuguesa, fundada a 17 de Outubro de 2013. Sem fins lucrativos, de perfil intercultural, está alicerçada em valores universais e em princípios que dignifiquem o ser humano e promovam a paz. A Novo Encanto tem como missão a defesa, preservação e conservação do meio ambiente, do desenvolvimento sustentável, da ética,  da paz, da saúde e bem estar e de outros valores universais, para a construção de uma educação integral do ser humano. Está fundamentada em pesquisas, projetos, programas e iniciativas de valorização e salvaguarda do patrimônio cultural, em todas as suas formas e manifestações locais e globais.

Por sua vez, o Ecomuseu de Maranguape é desenvolvido no distrito rural de Cachoeira, naquele município cearense. Em parceria com a Escola Municipal “José de Moura” e a comunidade local, o Ecomuseu de Maranguape promove a educação patrimonial de jovens, que passam a atuar como monitores e multiplicadores de conhecimento. Além do patrimônio ambiental, o foco é a defesa do patrimônio histórico e cultural. O Ecomuseu funciona em um casarão de meados do século 19, que hoje é patrimônio da comunidade e também opera como um centro cultural de múltiplas atividades, como a tradicional festa do Feijão Verde. A coordenadora do Ecomuseu de Maranguape, Nádia Helena Oliveira Almeida, participa da organização das Jornadas deste ano. Entre 2010 e 2013 o Projeto Ecomuseu de Maranguape foi apoiado pelo Fundo Juntos pela Educação (formado pelo Instituto Arcor Brasil e Instituto C&A), como parte do Programa pela Educação em Tempo Integral.

Cartaz das Jornadas em Portugal

Cartaz das Jornadas em Portugal

Programação – A programação das Jornadas Europeias do Patrimônio em Sintra inclui várias ações, como uma trilha de educação patrimonial pelo quintal da Vivenda Novo Encanto. Também haverá a exibição do filme “O menino e o mundo”, do brasileiro Alê Abreu. Foi o melhor filme estrangeiro nos Annie Awards de 2016, considerado o “Oscar” da animação.

Também haverá um Ciclo de Cultura Local, incluindo atividades de acupuntura, marcenaria lúdica, tai-chi-chuan, cursos, workshops e oficinas. A Novo Encanto está sediada em pleno coração de Sintra, na Casa Musgal, Estrada Nova da Rainha.

Casarão histórico onde funciona o Ecomuseu de Maranguape, no distrito rural de Cachoeira, Maranguape, CE (Foto José Pedro Martins)

Casarão histórico onde funciona o Ecomuseu de Maranguape, no distrito rural de Cachoeira, Maranguape, CE (Foto José Pedro Martins)

As Jornadas Europeias do Patrimônio continuam sendo realizadas no terceiro final de semana de setembro na França, mas acontecem em outras datas deste mês nos demais países do continente. O objetivo em 2017 é mostrar como o patrimônio e a natureza se cruzam nas suas diferentes expressões – mais urbanas ou mais rurais, envolvendo as comunidades locais, escolares, de bairro, clubes, associações de desenvolvimento, organizações não-governamentais – sejam de caráter cultural, religioso, filosófico, científico, desportivo ou recreativo, ou outras.  O rico patrimônio cultural e histórico europeu mais próximo de sua população. No caso de Portugal, facilitando o fortalecimento de laços com o Brasil e demais países de língua portuguesa

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>