“Estou Vivo”: histórias de superação e amor à existência em novo livro de João Nunes
Convite para o lançamento do livro nesta terça-feira

“Estou Vivo”: histórias de superação e amor à existência em novo livro de João Nunes

Resiliência, a capacidade de superação do ser humano, muita luta e agradecimento pela vida. Histórias repletas de esperança formam o conteúdo do livro “Estou Vivo” (Editora Pontes), escrito pelo jornalista e escritor João Nunes e que será lançado nesta terça-feira, dia 26 de setembro, entre 17 e 20 horas, no Salão Vermelho da Prefeitura Municipal de Campinas. O livro também não deixa de ser um reconhecimento ao trabalho desenvolvido na área de saúde pública, no âmbito do SUS – Sistema Único de Saúde.

O livro foi um trabalho voluntário. João Nunes informa que a psicóloga Maria Rodrigues Naves, do Centro de Referência em Reabilitação (CRR) “Jorge Rafful Kanawaty” – SUS Campinas, no distrito de Sousas,  estava se aposentando e decidiu contar algumas histórias de pacientes dela durante os 14 anos que trabalhou lá – ela se aposentou em maio deste ano. “Aí ela estava procurando um jornalista pra escrever o livro e eu aceitei porque há muito procurava um trabalho voluntário e não sabia o quê. O mais legal é que foi na minha área e eu tratei de dar um colorido de jornalismo literário ao texto”, relata o escritor.

Nunes destaca ainda que fazer o livro fez parte do seu tratamento de Parkinson. “Cresci muito com esse trabalho e fui muito abençoado. Muitas vezes me emocionei nas entrevistas sou escrevendo. Foi mesmo uma experiência inesquecível”, admite João Nunes, novamente se comovendo com a lembrança das histórias que teve a oportunidade de contar.

João Nunes: jornalista e escritor trabalhou no projeto de forma voluntária (Foto Divulgação)

João Nunes: jornalista e escritor trabalhou no projeto de forma voluntária (Foto Divulgação)

Histórias como estas: Washington joga rugby, mas quando tinha 17 anos mergulhou numa piscina e ficou tetraplégico. Beatris teve um AVC na lua-de-mel e ficou paralisada, atualmente está animada em voltar ao trabalho. Tamires também teve AVC aos 24 anos e está numa cadeira de rodas, mas consegue ficar em pé com ajuda e trabalha com a possibilidade de voltar a andar. Paulo tem ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica): a doença degenerativa o faz comunicar-se só via computador, mas ele diz que, enquanto tiver condições, quer continuar vivo.

De fato, para João Nunes o mais relevante ao longo do projeto foi “constatar pessoas com pouco para comemorar, mas que valorizam esse pouco e comemoram muito mais que gente sem nenhum problema. Das 13 histórias em oito delas aparece a expressão “estou vivo””, revela o jornalista.

O livro em si tem uma história de resistência como seus personagens: inicialmente, previu-se o financiamento via vaquinha virtual. Porém, a equipe de profissionais do CRR, sensibilizada, resolveu assumir o projeto e organizou um sarau. O resultado foi animador, pois se arrecadou mais de 3 mil reais. Como o projeto estava alçado em cerca de 9 mil, a mesma equipe decidiu fazer um bingo com prendas arrecadadas junto a amigos e parentes.

Capa do livro que será lançado nesta terça-feira no Salão Vermelho da Prefeitura de Campinas

Capa do livro que será lançado nesta terça-feira no Salão Vermelho da Prefeitura de Campinas

Essas duas ações praticamente financiaram o livro – sem contar o dinheiro das vendas no lançamento. “Estou Vivo” passou a ser chamado carinhosamente de “nosso livro” pois é da organizadora, do escritor, dos donos da história, da equipe do CRR e de todos que se envolveram na empreitada.

“Estou Vivo” é resultado, assim, de um trabalho voluntário do jornalista e escritor João Nunes, da psicóloga Maria Rodrigues Naves e de todos que se envolveram no projeto. Toda a arrecadação das vendas irá para os donos da história. São 13 depoimentos. Onze de pacientes atendidos por Maria, que sofreram traumas físicos, recuperaram parte das capacidades motoras e reiniciaram uma vida nova. O décimo-segundo é de um ex-paciente que não ficou com sequelas e se tornou responsável por uma das oficinas do CRR e o décimo-terceiro, da mãe de um dos pacientes, que também se tornou cuidadora.

João Nunes é formado em teologia e jornalismo. Nos últimos 17 anos escreveu sobre cinema no “Correio Popular”. Hoje tem o seu site (cinemaliteral.com) sobre literatura e cinema, duas áreas que lhe interessam em particular. Também escreve romances e peças de teatro.

SERVIÇO

Lançamento do livro “Estou Vivo” (Editora Pontes), assinado por João Nunes e com organização de Maria Rodrigues Naves e ilustrações de Clara Bartholomeu

Dia 26 de setembro, das 17h às 20h, no Salão Vermelho da Prefeitura (Avenida Anchieta, 200, centro)

Entrada franca. Preço do livro: R$ 30,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>