Capa » Centros Urbanos » Minha Campinas lança campanha para tipificar chacina como feminicídio
Minha Campinas lança campanha para tipificar chacina como feminicídio
Movimento contra feminicídio avança em todo país (Foto Reprodução)

Minha Campinas lança campanha para tipificar chacina como feminicídio

A virada do ano novo em Campinas começou com um crime que chocou todo o Brasil. Isamara Filier e mais oito mulheres da mesma família foram mortas pela seu ex-companheiro, que após o assassinato se matou e deixou uma carta de ódio às mulheres. O caso teve grande repercussão nacional e levantou o debate em torno dos crimes de feminicídio. Mas a chacina não foi reconhecida assim pela Polícia e para que o crime seja de fato considerado como feminicídio acaba de ser lançada uma campanha pela Minha Campinas. A campanha será reforçada neste sábado, dia 11 de novembro, na Virada Política, que acontece em Campinas.

Incomodada com o registro da ocorrência desse caso, que consta como homicídio simples mesmo após a investigação das mortes, a rede de mobilização Minha Campinas lançou uma campanha, com uma petição online, para exigir que o Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) faça a correção na tipificação dos assassinatos.

“A Lei do Feminicídio foi criada em 2015. Ela qualifica o homicídio como hediondo quando o crime envolve a violência doméstica e familiar, além de discriminação e menosprezo à condição da mulher. Mas, apesar dela estar em vigor há dois anos, ainda hoje a qualificadora feminicídio raramente acontece na hora do registro da ocorrência ou na investigação”, diz Claudia Oliveira, socióloga e integrante da Minha Campinas.

Segundo o movimento de mulheres que participa da mobilização, a falta de dados consolidados nas estatísticas da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-SP) torna invisível a morte violenta de mulheres no Estado e não promove mudanças e melhorias na política pública de acolhimento e proteção às mulheres, levando ao ápice dessa violência, que é o seu assassinato – o feminicídio.

Chacina em Campinas chocou o país (Foto Reprodução)

Chacina em Campinas chocou o país (Foto Reprodução)

Neste sábado, dia 11 de novembro, o grupo reúne em um evento interessadas para discutir o Fortalecimento da Lei do Feminicídio em São Paulo. O evento conta com a presença da Delegada e Diretora de Gestão Interna da Secretaria da Segurança Pública do Piauí, Eugênia Villa, para contar a experiência da criação do Núcleo de Feminicídio no Piauí.

Em 2016 a ONU Mulheres, em parceria com a Secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, criou as diretrizes nacionais para a investigação do Feminicídio, mas infelizmente são poucos os Estados que já adotaram. O Piauí é um deles e ainda conta com um Núcleo de Feminicídio, um grupo de estudo responsável por pesquisas, análises e capacitação dos profissionais com essa perspectiva de gênero.

O evento acontece durante a Virada Política, que acontece em Campinas com ações em vários espaços. Programação completa da Virada Política, segundo seus organizadores:

Dia 11 de novemebro

09h30 – 12h00 | Feminicídio: Fortalecimento da Lei em SP
Centro Poveda (R. Dr. Quirino, 1733)
Roda de conversa com a presença da Delegada do Piauí, Eugência Villa, e a Claudia da Minha Campinas. A Eugênia vai contar a sua experiência de aplicação da lei no Piauí.

14:00 – 18:00 | Oficina: Hackeando Dados Públicos
Minha Campinas (R. Luzitana, 1779)
Oficina facilitada pelo Capi Etheriel em Python. Como podemos trabalhar com os dados públicos a nosso favor?

16:00 – 18:00 | Panorama Político de Campinas
GARE – CIS Guanabara (R. Mario Siqueira, 829)
Roda de conversa para debatermos o ano político de 2017 na nossa cidade. Debate será facilitado pelo Rogerio Garcia.

16:00 – 18:00 | Mídia Independente
Sala Multiuso – CIS Guanabara (R. Mario Siqueira, 829)
Roda de conversa com a presença de André Vex, Quilombo Urbano e Informativo na Contramão.

18:00 – 20:00 | CineDebate: Ciclos
Sala Multiuso – CIS Guanabara (R. Mario Siqueira, 829)
Vamos assistir ao curta metragem Ciclos e debater sobre o tema da mobilidade urbana com o Glauco Azevedo, da Bike Anjo.

18:00 – 20:30 | Jogo da Política: Legislativo
Minha Campinas (R. Luzitana, 1779)
Você sabia que dá pra aprender um pouco mais de política se divertindo? Venha jogar o Jogo da Política com a Dominique da Minha Campinas

Sobre a campanha do Minha Campinas:

O site do “IssoéFeminicídio” (https://www.issoefeminicidio.minhacampinas.org.br/ ) está com uma petição online para recolher assinaturas que serão entregues ao Delegado Rui Pegolo do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), exigindo a qualificação para feminicídio no caso das 9 mulheres assassinadas no Reveillon na cidade.

 

SERVIÇO

https://www.issoefeminicidio.minhacampinas.org.br/

contato@minhacampinas.org.br

 

Evento:

Feminicídio: Fortalecimento da Lei em SP

dia 11 de novembro de 2017

9h30 às 12h00

R. Dr. Quirino, 1733 / Entrada gratuita

Sobre ASN

Organização sediada em Campinas (SP) de notícias, interpretação e reflexão sobre temas contemporâneos, com foco na defesa dos direitos de cidadania e valorização da qualidade de vida. Já ganhou os prêmios de jornalismo: FEAC (2015), Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros (2016), ABAG-Ribeirão Preto "José Hamilton Ribeiro" de Jornalismo (2017) e Prêmio INEP de Jornalismo (2017).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>