Capa » Cidadania » Biocircos é o premiado na região de Campinas entre as Ideias para um Mundo Melhor
Biocircos é o premiado na região de Campinas entre as Ideias para um Mundo Melhor
Biocircos: ação premiada na RMC (Foto Divulgação)

Biocircos é o premiado na região de Campinas entre as Ideias para um Mundo Melhor

O Biocircos, do Projeto Lona das Artes, foi selecionado na Região Metropolitana de Campinas (RMC) na terceira edição do edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’, uma iniciativa da Coca-Cola FEMSA Brasil. O projeto contemplado tem a proposta de gerar possibilidades de mudança social e de paradigmas por meio das artes, utilizando espetáculos socioeducativos (circo e balé). Sediada em Campinas e com atuação em Hortolândia e Sumaré, a ONG almeja construir pontes de diálogo com a comunidade para promover a preservação ambiental.

Após quatro meses, que compreenderam as fases de seleção das organizações para capacitação, qualificação dos projetos e inscrições para a chamada pública, o Projeto Lona das Artes foi um dos dez escolhidos para receber apoio e incentivo financeiro da Coca-Cola FEMSA Brasil para seguir com atividades voltadas ao desenvolvimento socioeducativo, cultural e esportivo da comunidade, e iniciativas voltadas para o meio ambiente.

“Entendemos que ao promover iniciativas baseadas em pilares de desenvolvimento social como artes, cultura, esportes, contribuímos cada vez mais para a construção de uma sociedade melhor e mais cidadã”, afirma Wanessa Scabora, Gerente de Comunicação Externa e Sustentabilidade da Coca-Cola FEMSA Brasil. “O Edital ainda reforça o engajamento na busca de soluções que gerem impacto ambiental positivo, um dos principais compromissos da empresa com a sociedade”, reforça.

Além da RMC, foram selecionados no Estado de São Paulo projetos em Jundiaí e Marília. As demais regiões com projetos contemplados na edição 2018 do edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’ são Minas Gerais (Itabirito), Paraná (Maringá) e Rio Grande do Sul (Porto Alegre).

Edital ’Ideias para um Mundo Melhor’

Lançado em 2016, o Edital é voltado a organizações legalmente constituídas sem fins lucrativos, pessoas jurídicas e órgãos públicos, desde que os projetos beneficiem as comunidades nos territórios de atuação da Coca-Cola FEMSA Brasil. São avaliadas iniciativas que estejam alinhadas aos pilares de sustentabilidade da empresa como Meio Ambiente, Estilo de Vida Saudável e Desenvolvimento Comunitário.

Os projetos que visam a educação como base transversal para o Desenvolvimento Pessoal e Social da Comunidade, Cidadania, Direitos e Deveres, são considerados com diferenciais. Aos aprovados neste ano, de acordo com os requisitos da chamada pública edital, está previsto o aporte de até R$ 50 mil, sendo rateados caso haja a seleção de mais de um projeto na mesma localidade, para desenvolver a iniciativa no prazo de 12 meses.

Este ano, houve destaque para o projeto ‘Criar, Captar e Transformar’, que incluiu a realização de cursos regionais de capacitação sobre metodologia de elaboração de projetos, captação de recursos e prestação de contas para Organizações Não-Governamentais (ONGs) de regiões compreendidas no território de atuação da empresa como São Paulo (Marília, Jundiaí, Sumaré e Campinas), Minas Gerais (Itabirito, Moeda, Nova Lima e Brumadinho), Paraná (Maringá, Mandaguaçu, Iguatemi e Sarandi) e Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Cachoeirinha, Gravataí e Alvorada). Para tanto, a engarrafadora firmou parceiras com o Instituto Ekloos, a Fundação Dom Cabral e a ONG Parceiros Voluntários.

Os demais projetos selecionados

 Minas Gerais

·         Casa do Adolescente 20 anos, da Associação O Adolescer para a Vida, em Itabirito/MG: o projeto busca aperfeiçoar habilidades artísticas diversificadas de adolescentes das regiões periféricas dos municípios de Itabirito, Moeda, Nova Lima e Brumadinho, contribuindo assim com a diminuição da ociosidade e vulnerabilidade  social dos participantes do projeto, além de promover a cultura, tendo como resultado final um espetáculo artístico.

·         Basquete “Oportunidade e qualidade de vida “, da Associação de Apoio Comunitário do Bairro da Praia, em Itabirito/MG: a entidade busca promover a melhoria da qualidade de vida de jovens e adolescentes através prática esportiva do basquete, além de estabelecer espaços de convívio que promovam relações interpessoais e transformação social.

 

Paraná

·         Protagonismo em Movimento, do Lar Escola da Criança de Maringá/PR: a instituição oferece formação e inclusão a 120 adolescentes em situação de risco e vulnerabilidades sociais, por meio de atividades e cursos de promoção de direitos e deveres sociais, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, com encaminhamento para o Programa Adolescente Aprendiz.

·         ‘Virando o Jogo’ – Enfrentando as diversas formas de violência através do esporte, da Proteção ao Menor Carente de Sarandi (PROMEC), em Maringá/PR: A ONG promove o acesso de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social à prática esportiva de handebol, como forma de assegurar à proteção e distanciamento do universo da criminalidade, drogas, abuso sexual, e as diversas formas de violência.

 

São Paulo

·         Mídia Cidadã, da Associação Acolhimento Bom Pastor, em Jundiaí/SP:  A associação promove a cidadania participativa às crianças com idades igual ou superior a 12 anos e adolescentes do bairro Jardim Novo Horizonte em Jundiaí a partir do estudo de temas relacionados ao uso consciente da água e o correto descarte de resíduos por meio do uso de mídias sociais e peças audiovisuais (jornal, blog e vídeos);

·         Lugar de Artes e Histórias, meu livro de memórias, da Associação Amor de Mãe de Marília/SP: A ONG promove oficinas de Arte e Literatura para adolescentes com idade acima de 12 anos com o objetivo de trabalhar e desenvolver valores como senso crítico, sensibilidade e criatividade. Resultado final é a produção de um livro sobre a história dos participantes com distribuição em escolas da rede pública da região oeste da cidade.

·         Piscina Acessível, da Associação Marilense de Esportes Inclusivos (AMEI), de Marília/SP: a instituição oferece melhoria da qualidade de vida e interação social de pessoas com deficiência (PcDs) e mobilidade reduzida como paraplégicos e tetraplégicos, por meio do acesso à prática esportiva de natação com a instalação de um elevador de piscina.

 

Rio Grande do Sul

·         Curso de corte costura e modelagem sustentável, da Fundação O Pão dos Pobres de Santo Antônio, em Porto Alegre/RS: entidade oferece qualificação a jovens e adultos a partir de 16 anos, em situação de vulnerabilidade econômica e social, incentivando o empreendedorismo, a geração de renda, empoderamento e autonomia para inclusão no mundo do trabalho através do ensino de corte, costura e modelagem.

·         Jiu-Jitsu na Bom Jesus, do Centro Cultural Marli Medeiros, em Porto Alegre/RS: a entidade utiliza a modalidade esportiva, fundamentos e princípios como instrumento de transformação social e promoção de saúde e bem-estar para a crianças e adolescentes.

 

Sobre a Coca-Cola FEMSA

Coca-Cola FEMSA, SAB de C.V é a maior engarrafadora do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas das marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 169 marcas para mais de 396 milhões de consumidores a cada dia. Com mais de 100 mil funcionários, a empresa vende cerca de 4 bilhões de caixas unitárias por meio de 2,8 milhões de pontos de venda por ano. Operando 67 fábricas e 344 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a criação de valor econômico, social e ambiental para todos os seus grupos de interesse em toda a cadeia de valor.

 

Sobre ASN

Organização sediada em Campinas (SP) de notícias, interpretação e reflexão sobre temas contemporâneos, com foco na defesa dos direitos de cidadania e valorização da qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>