Impacto do aumento da energia nas tarifas de água preocupa região de Campinas
Prefeito de Cosmópolis expressa preocupação com impacto da energia nas tarifas de água (Foto Martinho Caires)

Impacto do aumento da energia nas tarifas de água preocupa região de Campinas

O impacto dos anunciados aumentos nas tarifas de energia elétrica preocupa a nova direção da Agência Reguladora de Saneamento das Bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ), onde está a região de Campinas. O novo presidente da Agência, o prefeito de Cosmópolis, Antônio Fernandes Neto, informou à Agência Social de Notícias que será feito um esforço, junto a órgãos governamentais, para que os municípios não sintam tanto o impacto dos reajustes das tarifas de eletricidade, que seriam eventualmente repassados aos cidadãos nas tarifas de água. O custo de energia é um dos maiores componentes das tarifas de água e esgoto atualmente.

Além do prefeito de Cosmópolis para a presidência, foram eleitos os prefeitos de Valinhos, Clayton Machado, e de São Pedro, Hélio Zanata, para a 1a vice-presidência e 2a vice-presidência, respectivamente. A eleição aconteceu no último dia 12 de março, em Americana, na oitava Assembleia Geral Ordinária da ARES-PCJ. A posse dos eleitos acontecerá em 1 de abril, para o mandato de dois anos.

A nova direção assume em um momento especialmente crítico para os serviços de saneamento dos municípios. As receitas diminuíram, em função da crise hídrica, que também contribuiu para a elevação dos custos, na medida em que foi necessário o maior uso de produtos químicos nos processos de tratamento da água captada nos rios, mais poluídos por causa da estiagem.

A regulação dos resíduos sólidos urbanos também será um desafio para a ARES-PCJ nos próximos dois anos, destacou o prefeito de Cosmópolis, Antonio Fernandes Neto. A ARES-PCJ tem a missão de regular e fiscalizar os serviços públicos de saneamento básico nos municípios associados, com base em normas e indicadores que garantam sua excelência e contribuam para o equilíbrio nas relações entre usuários, prestadores de serviços e poder público. A ARES-PCJ já conta com 51 municípios associados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>