Capa » Uncategorized » Revista eletrônica ComCiência se aprofunda na Cultura Política
Revista eletrônica ComCiência se aprofunda na Cultura Política
Revista propõe uma análise histórica e social do atual contexto politico (Foto Divulgação)

Revista eletrônica ComCiência se aprofunda na Cultura Política

A edição do mês de abril da revista eletrônica ComCiência (comciencia.br), produzida pelo Laboratório de Estudos Avançados de Jornalismo (Labjor) da Unicamp, se aprofunda em uma das questões mais polêmicas no Brasil de hoje: a Política. A abordagem, no entanto, não se limita às agressões mútuas ou às questões partidárias, mas propõe uma análise histórica e social do atual contexto.

“Cultura Política” é o foco de seis artigos, cinco reportagens, uma entrevista pingue-pongue e uma resenha, acompanhados do editorial que abre a edição e de uma tirinha de humor.

O diretor de redação, professor e ex-reitor da Unicamp Carlos Vogt lança de imediato uma pergunta: “Será o golpismo um traço constitutivo da cultura política no Brasil? Se olharmos com atenção para a história republicana do país, a resposta pende mais para o sim do que para o não.”

Quase em forma de apelo, ele encerra o editorial: “Como se vê, todos estamos preocupados com a crise e nunca é demais exigirmos, de nós mesmos e de nossas preocupações, que a busca urgente para a solução de nossos problemas mantenha firme o curso da nau da nação no sentido do aprimoramento de nossa democracia e dos desfechos institucionais que ela apresenta.”

Artigos e reportagens

Entre os temas dos artigos estão: A Cultura política brasileira e o desafio à democracia (Rodrigo Patto Sá Motta); A ditadura militar revisitada: literatura, teatro e cinema (Francisco Foot Hardman e Alcir Pécora); Partidos e ideologia no Brasil: entre definições imprecisas e classificações estáveis (Gabriela da Silva Tarouco e Rafael Machado Madeira); Jovens em três tempos: mobilizações no Brasil ontem e hoje (Paulo Cesar Rodrigues Carrano); Redes sociais e consumo de notícias: os prejuízos de sistemas centralizados e obscuros (Rafael Evangelista); Sagan, pensamento científico e cultura democrática (Danilo Albergaria).

As reportagens da edição tratam dos seguintes assuntos: Ditadura versus democracia; As muitas reformas políticas; A participação cidadã, da internet para as ruas e câmeras; Participação política de jovens e adultos: uma nova cultura?; Imprensa e política, sucessão de tragédias e glórias.

O entrevistado em destaque da edição é o jornalista Paulo Markun, que fala sobre seus livros “Brado retumbante” 1 e 2, onde ele narra os bastidores da política durante o período da ditadura militar no Brasil, a partir de 1964, até o processo de redemocratização, em 1985.

A resenha é do livro “18 Dias – Quando Lula e FHC se uniram para conquistar o apoio de Bush”, de Matias Spektor.

 

Sobre Adriana Menezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.