quarta-feira , 20 setembro 2017
Brasil tem 3.448 casos suspeitos e 270 confirmados de microcefalia, seis ligados ao zika vírus
Ministério da Saúde, em Brasília, está monitorando a microcefalia e possível associação com o zika vírus (Foto Adriano Rosa)

Brasil tem 3.448 casos suspeitos e 270 confirmados de microcefalia, seis ligados ao zika vírus

O Ministério da Saúde está investigando 3.448 casos suspeitos de microcefalia no país, conforme boletim divulgado nesta quarta-feira, 27 de janeiro, que também revelou a confirmação de 270 casos, sendo seis deles ligados ao zika vírus. Ao todo foram registrados 4.180 casos suspeitos de microcefalia até 23 de janeiro, e 462 já foram descartados.

Ainda de acordo com o boletim, foram notificados 68 óbitos por malformação congênita após o parto (natimorto) ou durante a gestação (abortamento espontâneo). Destes, 12 foram confirmados para a relação com infecção congênita, todos na região Nordeste, sendo 10 no Rio Grande do Norte, um no Ceará e um no Piauí. Continuam em investigação 51 mortes e outras cinco já foram descartadas.

O Ministério da Saúde reiterou que está investigando todos os casos de microcefalia ou malformações informados pelos estados, e a possível relação com o vírus zika e outras infecções congênitas. Lembrou ainda que a microcefalia pode ter como causa diversos agentes infecciosos além do zika, como Sífilis, Toxoplasmose, Outros Agentes Infecciosos, Rubéola, Citomegalovírus e Herpes Viral.

Pernambuco lidera em número de casos em investigação (1.125), seguido dos estados da Paraíba (497), Bahia (471), Ceará (218), Sergipe (172), Alagoas (158), Rio Grande do Norte (133), Rio de Janeiro (122) e Maranhão (119).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>